12 de abr de 2011

Era uma vez...

   Uma garota, que se achava estranha, mas que todos ao seu redor a achavam bela! Ela não era do tipo de menina que fazia tudo o que queria.Tinha muito medo do que as pessoas iam pensar dela e também porque ninguém a deixava. Achavam que ela era de porcelana e que poderia quebrar a qualquer momento.
   Ela sempre sonhou com o príncipe encantado que iria tirá-la do inferno em que ela sempre viveu. Sua vida não era a das melhores, mas ela tentava fazer com que fosse. Sempre disposta a ajudar quem precisava, de coração aberto para tudo e para todos ela achava que ninguém mentia.
   Eu conheci essa menininha, tão inocente e doce, mas ela também era muito triste. Um belo dia, ela conheceu um menino. Também cheio de sonhos e vontades. A maior vontade dele era fazê-la feliz, mas no começo ele não era tudo aquilo o que ela queria de verdade e ela estava confusa em relação ao que sentia. O tempo foi passando e essa menina se apaixonou loucamente por esse menino, ele conseguiu o que ele queria: fazê-la feliz, mesmo que por um curto período.  
   Esse foi o único e conto de fadas que ela viveu, sem final feliz porque depois de um ano tudo teve fim. Ela sofreu, sofreu, sofreu e enquanto sofria parecia que estava em um casulo. Tentou, tentou, tentou e conseguiu... renasceu como phoenix! Quando esse casulo se abriu, muitas pessoas se surpreenderam o quanto essa menininha tinha mudado. Espantaram-se de verdade, porque agora ela não liga mais para o que os outros pensam dela, fala o que quer, sem medo do que vão achar, ninguém mais manda nela e todos agora têm certeza que ela NÃO é de porcelana, mas sim uma menina com fibra e muita garra. Hoje em dia para ela o que importa é ser feliz, não importa onde, com quem, porque, como... As coisas ultimamente não estão ajudando, são fatos e boatos acontecendo um atrás do outro na mesma hora e que a faz lembrar daquela menininha que ela já foi.
    Ela não sente falta de como ela era antes, mas me confessou que ainda tem um pouco daquela inocência dentro dela e também ainda acredita que as coisas uma hora podem dar certo. Ainda sonha acordada com as coisas que ela almeja e que um dia ela vai conseguir. A fé dentro dela é muito grande, porque ela tem certeza absoluta que Deus está guardando algo grandioso e que em breve estará em suas mãos. Eu, particularmente acho que ela merece muito ser feliz, tanto profissionalmente, financeiramente e também no amor, claro!  Seu príncipe encantado de verdade deve estar por aí também, talvez eles já tenham se encontrado e nem sonham que um dia eles serão um grande amor um do outro, mas isso, são cenas do próximo capítulo.

Ah, o nome dessa menininha... Adivinha?