15 de fev de 2011

Nóis trupica mais num cai!

Depois de estar um mês e alguns dias fora de casa, estar longe dos meus amigos, sem dinheiro pra nada, com peitos novos, desempregada e mais solteira do que nunca, chegou a hora de recomeçar. Como eu estava dizendo à alguns dias, estou precisando rever alguns conceitos que ainda não estão bem claros pra mim. Será que vale a pena se desgastar tanto para poupar sofrimento alheio? Será que vale a pena insistir em uma amizade que não está me parecendo recíproca? São algumas perguntas sem respostas no momento.

Por mim, se fosse possível eu arrumaria um emprego fora da cidade. Imagina morar em um lugar diferente com aquele cheirinho de casa nova, pessoas interessantes e longe de tudo que me incomoda? Que sonho! Mas, pensando bem, os problemas ainda iriam continuar, porque na verdade os problemas, os incômodos e esses sentimentos não muito agradáveis são como fantasmas que te seguem onde quer que você vá.

O certo mesmo é tentar resolver esses problemas, enfrentando e matando todos esses medinhos, colocando todos os pingos nos i’s e se renovando a cada tapa na cara! Aprender com seus erros e tropeços e aproveitar cada momento feliz como se fosse o último, esse é o resumo bem curto e grosso da vida!

Eu acredito que nada é por acaso e que tudo, exatamente TUDO (até a folha que cai da árvore) é premeditado por Deus. Por isso que sempre que tenho alguma dificuldade, eu creio que aquilo é pro meu bem e que no final tudo vai se acertar. Vou poder olhar pra trás e ver que tudo aquilo que passei foi um aprendizado.

Agora é a hora de arrumar um trampo novo, tentar uma casa nova e o resto é conseqüência! É só ter fé que tudo se resolve! AMÉM!

Ouvindo: CPM 22 – Chegou a hora de recomeçar!