7 de fev de 2011

Estréia!

Hoje é dia 7 de Fevereiro de 2011, e eu estou começando a escrever tudo o que me passa nessa cabecinha. Difícil, viu? Posso dizer que tenho grandes habilidades para fazer isso, pois para desembaraçar tudo o que está passando aqui dentro e colocar no papel, posso dizer que é uma tarefa quase que impossível.

Faz três semanas que eu estou fora de casa (tirando aquelas outras 3 semanas que eu estava operada e também fiquei aqui...) Já estou sem roupa, sem dinheiro, sem ânimo nenhum para nada. Eu e minha mãe estamos tentando entrar em um acordo, resolver nossa vida logo... Outro dia eu falo sobre isso! Não to afim hoje!

Hoje eu quero falar sobre algo está acontecendo e eu estou custando para acreditar... não quero citar nomes nem nada, simplesmente para não comprometer ninguém, mas se eu citar alguns fatos, essa pessoa vai saber que é ela! Já conversei com essa pessoa sobre tudo o que eu to sentindo e pensando, ela já sabe. 

A frase “Só dá valor quando perde” é muito verdadeira. Acho que estou provando isso... Quando estamos namorando e esse relacionamento está um lixo, a gente pensa em terminar, largar tudo, jogar tudo pro alto, mas quando terminamos, sentimos falta, choramos, parece que conseguimos enxergar todas as qualidades dessa pessoa com mais facilidade. Não, essa não é a minha situação, mas é bem parecida. Não estava namorando ninguém, mas estava consciente de que essa pessoa me amava e estava ali quando eu precisava, quando de repente, essa pessoa entra em outro relacionamento tentando me esquecer. Ele foi meu primeiro em tudo:  primeiro amor, primeiro namorado, primeira vez, primeira decepção, primeira dor... Não tem como esquecer, tem?

O mundo dá muitas voltas, é impressionante como nós nunca temos certeza de nada nessa vida, uma hora você está por cima, outra por baixo. Não estou reclamando que ele ta tentando viver a vida dele, já que depois que terminamos eu fiquei atrás, depois ele atrás de mim e ninguém se deu a chance, só estou tentando relatar que apesar de tudo, no fundo, no fundo, é dele que eu sinto falta... das palhaçadas, dos abraços, daquele beijo que só ele sabe dar, da carinha de dó que ele faz, de tudo!

Independente de TUDO, quero que ele seja muito feliz, e claro, eu também quero!

Música de hoje: Nando Reis – Por Onde Andei

9 comentários:

  1. amore, você escreve muito bem cara, meus parabéns. muita, muita e muita sorte na sua vida amorosa, pessoal e profissional.. você merece! \renata

    ResponderExcluir
  2. É o puro fato da convivência humana que vc relata nunca damos valor no que temos e só damos valor depois que perdemos, mas isso sempre foi ah sim não é verdade?
    Mas claro o pior não é sentir falta depois q perdeu e sim lembrar que se tivesse dado uma chance tudo seria diferente realmente você tem toda razão.
    Parabéns gostarei muito.

    ResponderExcluir
  3. olá flá que saudades!!Assim que fiquei sabendo que vc criou um blog corri pra ver.Agora com relação ao seu post acho que acontece com todo o mundo, a verdade é que só depois que as coisas "passam" é que percebemos o espaço que elas ocupavam.Porém, acredito que nem tudo está perdido e que sempre é possível recomeçar, tomar atitudes diferentes, afinal como se diz por aí "vivendo e aprendendo".O bacana é permanecer de pé e pensar que o melhor está por vir!
    Um grande beijo amiga!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, Luana quase chorei quando li seu comentário! Esperva que qualquer pessoa fosse comentar, menos você amiga! Que saudades que eu estou de você! Me adiciona no messenger, por favor... flavihaaas2@hotmail.com Beijos

    ResponderExcluir
  5. Flá,
    Apesar de seu primeiro post ter sido um pouco triste, queria dizer que adorei essa sua idéia de fazer um blog.
    Como sua amiga disse, "vivendo e aprendendo", mas o tempo é que vai ajudar a curar essas dores, vai ensinar que nem tudo é tudo na vida, que nada é para sempre, a única coisa que fica mesmo são as boas lembranças, a saudade, e principalmente o fato de que você foi e fez essa pessoa feliz um dia.
    Se bem te conheço, você vai dar a volta por cima de salto alto, com estilo, glamour e doçura que só você tem.
    O importante nessa vida é ser feliz!! Nunca de esqueça disso.

    Saudades,

    An

    ResponderExcluir
  6. Bom, você sabe que conheço bem a história de vocês dois, muitas coisas acontecem em nossas vidas e tem um ditado que diz "não se arrependa das coisas que você fez, arrependa-se das que você não fez", ou seja, você viveu a história... deu o que tinha que dar, sei que bate uma tristeza, mas talvez essa tristeza não seja nem por sentir falta dele, e sim, sentir falta do sentimento que você teve, o amor, a paixão... não é mesmo?
    Como te disse no msn, saiba que você me tem para conversar sobre o que quiser, SEMPRE! beijos!!!

    ResponderExcluir
  7. Acho que todo mundo merece ter um blog , seja de moda , seja de poesias , seja de reflexão , seja de bobeira ! você é uma grande publicitária , uma grande mulher , então solte TUDO .... é muito bom ler .... os grandes devaneios. love beijo!

    ResponderExcluir
  8. http://www.youtube.com/watch?v=jcGmAh6lt0s

    Nossa pensei que conhecia todos os lados da Flavia, mais o lado poeta ainda não. Tb conheço muito bem a historia de vcs dois, um casal feliz, que tentou aproveitar o Maximo sem ter tantos recursos... trocando o luxo de um restaurante por pastel de feira, um banho de piscina por água de peixe, andar na praia por andar na estrada de Itapecerica... uma serenata por um real na maquina de musica jukebox. Do buteco. Um bom filme por tvZ.
    Vi Tb que os dois sofreram muito no termino, vi os dois em dias diferentes tentando recomeçar, mais teve uma pessoa La em cima que não deixou neh... só pode ser ele...
    do mesmo jeito que vc falou o quanto ele é especial pra vc, espero que esteja bem claro pra vc, o quanto a Flavinha é especial pra ele. O quanto marcou, o quanto é lembrada, afinal a primeira namorada ninguém esquece.
    Relembrando tudo isso fica bem claro que o mundo da voltas.
    A cabeça muda, todos amadurecem.
    Oportunidades novas chegam todos os dias.
    Amores novos Tb, que vai fazer vc esquecer ? não isso não vai, mas vai ajudar a diminuir a dor , esse frio na barriga.
    Bem parabéns pelo seu blog e pela coragem Tb, espero que tudo tenha ficado bem claro no MSN.
    Me responde no face ta.
    Beijos te adoro muito, neguinho

    Aproveite bem, o máximo que puder, o poder e a beleza da juventude.
    Ou, então, esquece...
    Você nunca vai entender mesmo o poder e a beleza da juventude até que tenham se apagado.

    Não se preocupe com o futuro.
    Ou então preocupe-se, se quiser, mas saiba que pré-ocupação
    é tão eficaz quanto mascar chiclete
    para tentar resolver uma equação de álgebra.

    Todo dia, enfrente pelo menos uma coisa que te meta medo de verdade.
    Cante.

    Não seja leviano com o coração dos outros.
    Não ature gente de coração leviano.
    Não perca tempo com inveja.
    Às vezes se está por cima,
    às vezes por baixo.
    A peleja é longa e, no fim,
    é só você contra você mesmo.
    Não esqueça os elogios que receber.
    Esqueça as ofensas.
    Se conseguir isso, me ensine.
    Guarde as antigas cartas de amor.
    Jogue fora os extratos bancários velhos.
    Estique-se.

    Não se sinta culpado por não saber o que fazer da vida.
    As pessoas mais interessantes que eu conheço não sabiam,
    aos 22, o que fazer da vida.
    Alguns dos quarentões mais interessantes que conheço ainda não sabem.
    Tome bastante cálcio.
    Seja cuidadoso com os joelhos.
    Você vai sentir falta deles.

    Talvez você case, talvez não.
    Talvez tenha filhos, talvez não.
    Talvez se divorcie aos 40, talvez dance ciranda em suas bodas de diamante.
    Dance.

    Dedique-se a conhecer os seus pais.
    É impossível prever quando eles terão ido embora, de vez.
    Seja legal com seus irmãos. Eles são a melhor ponte com o seu passado
    e possivelmente quem vai sempre mesmo te apoiar no futuro.
    Entenda que amigos vão e vem, mas nunca abra mão de uns poucos e bons.

    More uma vez em Nova York, mas vá embora antes de endurecer.
    More uma vez no Havaí, mas se mande antes de amolecer.
    Viaje.

    Cuidado com os conselhos que comprar,
    mas seja paciente com aqueles que os oferecem.
    Conselho é uma forma de nostalgia.
    Compartilhar conselhos é um jeito de pescar o passado do lixo, esfregá-lo,
    repintar as partes feias e reciclar tudo por mais do que vale.

    ResponderExcluir